quinta-feira, 4 de junho de 2009

O Diabo no Porta-Malas





O Diabo no Porta-Malas


de Marcos Rey


Ilustrações - Spacca



Nº de Páginas: 128





Com a publicação de O Diabo no Porta-malas, em 1995, Marcos Rey recebeu o prêmio Intelectual do Ano. Nesse livro, o autor mostra mais uma vez ser um criador hábil de excelentes enredos. Miro é condenado injustamente a vinte anos de prisão por matar seu sócio, Ricardo Canaviera. O corpo esfaqueado e fantasiado de diabo foi colocado no porta-malas de seu carro. Seu filho Mário, um rapaz de dezoito anos, promete descobrir o verdadeiro assassino. Ajudado por Nadia, namorada do pai, envolve-se em uma intensa e arriscada investigação. Mário não dormiu mais que uma hora naquela noite. As poucas frases lembradas corroeram-lhe o sono como ratos. Ao amanhecer já decidira o que fazer. Mário dirigiu-se ao escritório do doutor Nestor sem marcar consulta. O advogado já foi dizendo que dispunha de pouco tempo.(...) - Eu e Nádia estamos investigando. Pelo menos já descobrimos por que Rico usava capa preta (...)





Aluno-leitor: a partir de 12 anos





Temas principaisAventura Policial , Justiça Temas abordadosEquilíbrio Ecológico , Solidariedade , Amor , Justiça Temas transversaisÉtica InterdisciplinariedadeHistória , Geografia , Artes , Língua Portuguesa Atividades para o Professor Montar um júri para julgar o pai de Mário e/ou o verdadeiro assassino. Discutir: a justiça é cega?! Conhecer um pouco a respeito do Código Penal brasileiro. Pesquisar sobre detetives famosos - no cinema, na literatura.


UM LANÇAMENTO

segunda-feira, 25 de maio de 2009

OUTROS TÍTULOS





Enigma na Televisão
Autor - Marcos Rey
Ilustrações - Avelino Guedes
Nº de Páginas: 144
Um mistério e tanto nessa narrativa policial envolvente, criada pelo consagrado Marcos Rey. Muitos crimes, muitos suspeitos, muitas pistas... Tudo começa com o assassinato do famoso ator Fabio Rocha da TV Mundial. Na areia, um grupo crescente de curiosos, jornalistas e policiais cercavam um corpo caído. Fabio fora assassinado na madrugada com golpes de punhal ou faca, arma não encontrada no local. Seu relógio de ouro estava no pulso, seus valiosos anéis nos dedos e muito dinheiro na carteira. Não fora latrocínio. A partir daí, outros crimes, envolvendo outros atores e um repórter, são cometidos. Já não era apenas na televisão que o pânico crescia. Todos se sentiam ameaçados. Para desvendar o enigma da televisão, só mesmo um jovem e corajoso jornalista.
Aluno-leitor: a partir de 11 anosTemas principais
Suspense , Aventura Policial Temas abordadosEquilíbrio Ecológico , Curiosidade , Heroísmo , Ganância
Temas transversais Ética
Interdisciplinariedade História , Geografia , Artes , Língua Portuguesa
Atividades para o ProfessorLevantar palavras, expressões, fatos e outros aspectos que evidenciem que o livro foi escrito na década de 1980.Pesquisar sobre o Gordo e Magro e outros humoristas famosos.Elaborar uma entrevista com o culpado e/ou Ivo, o jornalista.Redigir uma manchete sobre a solução do mistério.




Dinheiro do Céu
Autor - Marcos Rey
Ilustrador - Orlando
Nº de Páginas: 144
É o próprio Marcos Rey que, em apenas um olá, antes de começar, nos dá a dica da trama de Dinheiro do Céu. Não se trata de uma história policial, desculpa-se ele, mas atende a uma sugestão feita por professores - trata-se de um romance em que o personagem, um rapaz, já começa a viver no intrincado mundo dos adultos. Com isso, o escritor introduz seu leitor, público juvenil, na realidade do mundo. Claro que, na história, segundo ele mesmo diz, não faltaram o suspense, o enigma, a surpresa e uma boa dose de humor. O início da vida de Danilo Marino, protagonista de Dinheiro do Céu, acontece num período histórico para o Brasil, o Golpe Militar de 1964. Amor, profissão - escolhas difíceis na vida -, dificuldades financeiras, momento político efervecente, um nono que sumiu, uma herança - esses são alguns dos ingredientes da trama que Marcos Rey nos reservou neste livro.Ouvi os passos rápidos e pesados de minha mãe, o girar da maçaneta, a porta abrindo e senti a presença dela já no quarto. "Chegou a hora de fingir", pensei sob o lençol. Seria capaz?- Levante-se, seu avô sumiu!
Aluno-leitor: a partir de 11 anosTemas principaisAventura Temas abordadosRelação Familiar , Convivência , A Passagem da Adolescência para o Mundo Adulto
Temas transversaisÉtica , Pluralidade Cultural InterdisciplinariedadeHistória , Geografia , Artes , Matemática , Língua Portuguesa
Atividades para o ProfessorPesquisar sobre as palavras de outras línguas presentes no livro.Ampliar a pesquisa sobre os estrangeirismos.Conhecer as moedas de outros países.Investigar sobre a década de 1960 no mundo e no Brasil.Ler outros livros do autor: O Mistério do 5 Estrelas e O Rapto do Garoto de Ouro.Saber mais sobre o Golpe Militar de 1964.



O Mistério do 5 Estrelas
Autor - Marcos Rey
Ilustrações - Alê Abreu
Nº de Páginas: 144
O que você faria se visse um cadáver embaixo de uma cama? Léo, mensageiro do Emperor Park Hotel, um cinco estrelas que hospeda muita gente poderosa,viu um no quarto 222. Leo desceu para o saguão desejando que ninguém o chamasse. Precisava contar ao Guima o que vira no 222.Ao abrir a boca e ao começar a investigar, passou a viver dias cheios de suspense e surpresas. Teve de vencer a paralisia do pesadelo para erguer os lençóis sobre o carrinho. Logo encontrou alguma resistência e viu uma mancha de sangue. Como um boneco de cera, as pernas dobradas, Leo viu o cadáver, o mesmo homem de cara de índio... E viu-se envolvido numa trama bastante perigosa, arquitetada por pessoas bastante inescrupulosas. Vou sair daqui e chamar o gerente, decidiu Leo, aterrorizado, e começou a andar de costas (...) e no mesmo instante com uma velocidade sideral qualquer coisa o atingiu na cabeça. Perdeu os sentidos. De tirar o fôlego da primeira à última página.
Aluno-leitor: a partir de 11 anosTemas principaisAventura Policial Temas abordadosEquilíbrio Ecológico , Relacionamento , Heroísmo , Caráter
Temas transversaisÉtica InterdisciplinariedadeGeografia , Artes , Língua PortuguesaAtividades para o ProfessorRelacionar as nacionalidades das pessoas envolvidas na trama a partir de seus nomes.Pesquisar sobre os países mencionados, direta ou indiretamente, na trama.Criar ilustrações para a história e recontá-la a partir dessas ilustrações.Pesquisar sobre entidades que ajudam pessoas carentes.Criar uma campanha ou ação de solidariedade.
LANÇAMENTOS DA

terça-feira, 19 de maio de 2009

Na Rota do Perigo

Na Rota do Perigo
de Marcos Rey
Ilustrações - Mauricio Negro


Nº de Páginas: 128

Jornalismo ou contabilidade? Uma opção que, certamente, fará diferença na vida de Toni. Vila Grande não dá mais pé pra mim. Não pela cidade, que é bacana, mas por tudo que anda acontecendo. Você sabe, eu e o padrasto, a gente não se dá muito bem. Aquilo de estudar contabilidade podia ser bom para a empresa dele, pra sua frota de caminhões, não pra mim. Não nasci pra fazer contas. É um cano. Para não ter de fazer o que não quer, Toni decide sumir.
Nessa história, Marcos Rey coloca o leitor para refletir sobre uma realidade próxima, a sua própria ou a de alguém conhecido. Toni, protagonista da história, rapaz de dezoito anos, enfrenta problemas com a nova estrutura familiar, após o casamento de sua mãe. O autor, também, prepara uma grande surpresa para o final do livro.

Aluno-leitor: a partir de 12 anos

Temas principais
Aventura , Suspense
Temas abordados
Equilíbrio Ecológico , Descoberta de Si Mesmo
Temas transversais
Ética
Interdisciplinariedade
Ciências , História , Geografia , Artes , Matemática , Língua Portuguesa
Atividades para o Professor
Discutir a escolha de uma futura profissão.
Investigar mais sobre a cidade de São Paulo.
Montar um roteiro a respeito da cidade.
Trabalhar as variantes lingüísticas presentes no linguajar da capital e do interior.

lançamento

12 Horas de Terror

12 Horas de Terror
de Marcos Rey
Ilustrações - Dave Santana
Ilustrações - Maurício Paraguassu


Nº de Páginas: 144

Páginas e páginas... Suspense. Ruth e Júlio conseguirão escapar?
Em Doze Horas de Terror, Marcos Rey joga com um ingrediente característico do ser humano: a curiosidade, deixando seu leitor, por várias páginas, ávido em descobrir de que se trata. Qual, afinal, é o envolvimento de Miguel, irmão de Júlio, em algo perigoso?
Parou à porta, as pernas bambas. Entrava ou recuava? Tudo revirado e espalhado pelo chão: gavetas e seu conteúdo, peças de roupa, livros, almofadas, o divã tombado e um abajur pisoteado, aos pedaços. (...) Pensou em comunicar-se com o irmão. Mas nem sabia onde Miguel trabalhava.
A construção da narrativa, alimentando o suspense, aguça a vontade do leitor de virar página após página e, num só fôlego, chegar ao fim da história.


Aluno-leitor: a partir de 12 anos

Temas principais
Aventura , Suspense
Temas abordados
Equilíbrio Ecológico
Temas transversais
Ética
Interdisciplinariedade
Ciências , Artes , Língua Portuguesa
Atividades para o Professor
Criar um jogo para reconstruir história.
Elaborar uma resenha crítica sobre o livro.
Pesquisar sobre os diversos tipos de drogas e suas conseqüências.
Conhecer outros mestres do suspense - no cinema e na literatura.

lançamento

O Rapto do Garoto de Ouro

O Rapto do Garoto de Ouro
de Marcos Rey
Ilustrações - Rogério Soud


Nº de Páginas: 128

Há um ano, o pessoal do Bexiga tinha pelo menos um bom motivo para comemorar. Tratava-se do sucesso de um de seus "filhos", o astro de rock Alfredo, conhecido por todos como o Garoto de Ouro. E naquele dia de seu aniversário, na cantina Il Cacciatore, tudo seria só festa se não houvesse ocorrido o Rapto do Garoto de Ouro.
- Ele não está em casa! - bradou. - E veja o que encontrei! Seu Domingos levantou-se e pegou o instrumento.
É o de Alfredo- disse - Onde encontrou?
- Na sala de jantar.
- Mas como conseguiu entrar?
- Uma das janelas estava aberta. Saltei e entrei.
O pai de Alfredo curvou-se como se tivesse levado uma flechada nas costas.
A partir daí, Leo, seu primo Gino, fãs e amigos do Garoto de Ouro, Jaime, Ângela e outras pessoas envolvidas com Alfredo ajudarão a polícia a desvendar o caso. Terão como cenário o Bexiga e outros locais da cidade de São Paulo e encontrarão figuras inusitadas até a solução do seqüestro que, com certeza, surpreenderá o leitor.


Aluno-leitor: a partir de 11 anos

Temas principais
Aventura
Temas abordados
Amizade , Traição , Ambição , Lógica/Dedução
Temas transversais
Ética , Pluralidade Cultural
Interdisciplinariedade
História , Geografia , Artes , Matemática , Língua Portuguesa
Atividades para o Professor
Investigar sobre outros bairros tradicionais de São Paulo e/ou de outras capitais.
Pesquisar sobre a colonização italiana festas típicas, contribuição lingüística, culinária etc.
Pesquisar sobre a influência de outros imigrantes na cultura brasileira.
Conhecer outros livros de Marcos Rey.

lançamento

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Sozinha no Mundo



Sozinha no Mundo
de Marcos Rey

Ilustradora - Cecilia Esteves

Nº de Páginas: 128

Marcos Rey, em Sozinha no Mundo, coloca o leitor, desde o início do livro, diante de uma realidade dura e difícil - uma morte, uma criança sozinha. - "Pimpa, curiosa para ver a mulher recalcitrante, levantou-se. Assim podia espichar as pernas, depois de horas de estrada. Bastou porém sair da poltrona para que o corpo de dona Aurora, como um manequim, pendesse para o lado. (...) Não adianta nada, filho. Esta senhora está morta". Corajosa e sem saída, fugindo de uma assistente social, Pimpa sai em busca de "tio" Leonel. Encontrá-lo é sua única chance. No final, Marcos Rey surpreende seu leitor, depois de deixá-lo, durante toda a leitura, apreensivo com a situação de Pimpa.

Aluno-leitor: a partir de 11 anos

Temas principais Aventura Temas abordados Amizade , Mistério , Suspense Temas transversais Ética Interdisciplinariedade Artes , Língua Portuguesa Atividades para o Professor Levantar hipóteses a respeito da história a partir dos personagens. Transformar trechos da história em desenhos, ou história em quadrinhos. Pesquisar a respeito de crianças abandonadas, Juizado de Menores. Elaborar, a partir de pesquisa a respeito do ECA, Estatuto da Criança e do Adolescente, uma carta para a Pimpa, tentando orientá-la.
lançamento

Coração Roubado

Coração Roubado
de Marcos Rey

Ilustrador - Orlando

Nº de Páginas: 128

Marcos Rey, em Coração Roubado, mostra mais uma de suas habilidades como escritor: a criação de crônicas. A respeito desse gênero o autor comenta: A boa crônica, a meu ver e não sei de quem mais, só possui o meio ou o miolo, é sumo, não casca. Tendo as pontas soltas bóia deliciosamente, caia onde cair. É um sanduíche sem as fatias de pão. Não tendo assinado contrato com a posteridade, é feita para servir já, quente ou gelada, em pó ou granulada. Ao contrário do artigo de jornal, ela não prova, confere.
As crônicas, divididas no livro em três subtítulos, Situações embaraçosas, Flashes da vida moderna e Figurinhas carimbadas encantam, ensinam e divertem.
Aluno-leitor: a partir de 12 anos

Temas principais
Temas Diversos , Crônicas
Temas abordados
Temas Diversos
Temas transversais
Ética
Interdisciplinariedade
História , Geografia , Artes , Língua Portuguesa
Atividades para o Professor
Transformar algumas histórias em notícias de jornal.
Investigar sobre lugares, fatos e pessoas citadasnas crônicas.
Pesquisar sobre a vida e a obra de Marcos Rey
Criar outras crônicas a partir dos três subtítulos: Situações embaraçosas, Flashes da vida moderna e Figurinhas carimbadas.

lançamento